Voltando a postar e carnaval!

 


Olá gente, tudo bem com vcs?  Andei sumida por falta de tempo de postar,por que estou mexendo no meu portfólio. Pra quem não sabe, sou webdesign e posto meus trabalhos no sonho de imagens. Dias atrás meu site saiu do ar, por que teve problemas com  a hospedagem, então mudei o host, e por enquanto esta tudo bem. Pra quem quiser visitar meu site, é sonhodeimagens.com.



 Agora voltando a nossa programação normal, vamos falar de carnaval. Gente, eu sou aquela porcentagem da população que não curte o carnaval. Não, não, definitivamente, não sou mal amada nem infeliz, eu sou muito bem amada, amadíssima! Só gosto de tranquilidade e graças a Deus meu namorado também! Complexo de velhice da nossa parte? acho que não! Até por que não somos de tipo de ferrar com a alegria de  ninguém! Então a nossa programação será, netflix...



E por falar em carnaval, sabe quando foi a primeira festa de carnaval no Brasil?

Bem... pra quem não sabe, o carnaval aqui no brasil teve inicio no período colonial e eram chamadas de entrudo, uma festa de origem portuguesa que, na colônia, era praticada pelos escravos.
Estes saíam pelas ruas com seus rostos pintados, jogando farinha e bolinhas de água de cheiro nas pessoas. Tais bolinhas nem sempre eram cheirosas. O entrudo era considerado ainda uma prática violenta e ofensiva, em razão dos ataques às pessoas com os materiais, mas era bastante popular. em razão disso as pessoas de famílias mais abastada não participavam dessas festas.

Por volta de meados do século XIX, no Rio de Janeiro, a prática do entrudo passou a ser criminalizada, principalmente após uma campanha contra a manifestação popular veiculada pela imprensa. Enquanto o entrudo era reprimido nas ruas, a elite do Império criava os bailes de carnaval em clubes e teatros. No entrudo, não havia músicas, ao contrário dos bailes da capital imperial, onde eram tocadas principalmente as polcas.Mas as camadas populares não desistiram de suas práticas carnavalescas. No final do século XIX, buscando adaptarem-se às tentativas de disciplinamento policial, foram criados os cordões e ranchos. Os primeiros incluíam a utilização da estética das procissões religiosas com manifestações populares, como a capoeira e os zé-pereiras, tocadores de grandes bumbos. Os ranchos eram cortejos praticados principalmente pelas pessoas de origem rural.Fonte: Brasil Escola acesso 05/02/2016

 Foi no século XIX que também surgiram as marchinhas de carnaval  com chiquinha gonzaga e sua musica ua música O Abre-alas! O samba somente surgiria por volta da década de 1910, com a música Pelo Telefone, de Donga e Mauro de Almeida, tornando-se ao longo do tempo o legítimo representante musical do carnaval.

Na Bahia, os primeiros afoxés surgiram na virada do século XIX para o XX, com o objetivo de relembrar as tradições culturais africanas. Os primeiros afoxés foram o Embaixada Africana e os Pândegos da África. Por volta do mesmo período, o frevo passou a ser praticado no Recife, e o maracatu ganhou as ruas de Olinda.Fonte: Brasil Escola acesso 05/02/201.

Ao longo do século XX, o carnaval popularizou-se ainda mais no Brasil  tanto entre a classe dominante como entre as classes populares. Na década de 1910, os corsos surgiram, com os carros conversíveis da elite carioca desfilando pela avenida Central, atual avenida Rio Branco. Tal prática durou até por volta da década de 1930.

Na década de 1920 entre as classes populares, surgiram as escolas de samba . As primeiras escolas teriam sido a Deixa Falar, que daria origem à escola Estácio de Sá, e a Vai como Pode, futura Portela. As escolas de samba eram o desenvolvimento dos cordões e ranchos. A primeira disputa entre as escolas ocorreu em 1929.

Atualmente, o carnaval  é uma mistura de rítimos! vai do trio elétrico passa pelo maracatu, e o animado frevo de olinda! 

Para quem curte o carnaval, bora ir pra folia, agora eu, vo ficar de boa, curtindo do meu jeito, aqui quietinha... então... bom feriadão!
Comentários
0 Comentários

0 Comente!: